quinta-feira, 13 de julho de 2017

São José do Vale do Rio Preto, 15 de julho de 2017.

“Quando entendo que tudo que acontece na minha vida é para me deixar mais parecido com Cristo, minhas ansiedades se vão.”  (A. W. Tozer)

 Amados irmãos e companheiros na obra missionária,

      Que a graça e paz do nosso Senhor Jesus Cristo vos sejam multiplicadas.
      Esta é a primeira carta que escrevemos dentro do nosso novo projeto “didásko”. Como já foi informado, depois de servimos na obra missionária na Europa por seis anos, sendo cinco destes na Itália, estamos de volta ao Brasil. Quando iniciamos o projeto Seara Itália ficou estabelecido que o tempo do nosso projeto em terras italianas seria de cinco anos, podendo ser ou não estendido, de acordo com a vontade de Deus. Gostaríamos de ter permanecido mais tempo, mas a circunstâncias (como mostradas em nossas cartas do Projeto Seara Itália - www.seara-italia.blogspot.com) nos levaram a entender, depois de um longo tempo de oração, que era tempo de voltar. Cremos que Deus usa as circunstâncias para nos amadurecer e nos ensinar, mas também vemos que outras vezes Ele usa as circunstâncias para nos dirigir em Sua perfeita vontade (At 16.6-10).
     A princípio foi um pouco difícil entender esta direção, mas chegando aqui, temos visto muita necessidade e a possibilidade de sermos muito úteis na obra missionária. Com a nossa experiência missionária de mais de 15 anos no campo, estamos auxiliando na base de SEMIPA, nos vários projetos que detalhamos em nossa última carta do Projeto Seara Itália. Infelizmente o ardor missionário é algo que está se apagando em muitas igrejas e a necessidade de missionários melhor capacitados para enfrentar os novos desafios é algo urgente. E, sentimos a direção de Deus para ajudar nestas áreas. Além disso, agora terei condições de estar acompanhando mais regularmente o Projeto Seara Índia, que hoje conta com mais de 50 missionários e 200 líderes na organização que fundamos na Índia (Sporshow – que em bengali significa “tocar”), durante o tempo que servimos como missionários naquela nação.  Se Deus quiser, estarei, juntamente com o Pr. Julio Cesar (Presidente de Semipa), visitando a Índia no período de 07 a 21 de setembro deste ano, para vermos de perto a continuidade do trabalho e realizarmos um Seminário de reciclagem teológica para mais de 50 missionários indianos de Sporshow. Contamos com o apoio e orações de todos!
      Sempre que o missionário retorna do campo, ele tem de enfrentar a triste situação de mantenedores que param de contribuir, tão logo ele chega no Brasil. Entendemos que estando no Brasil, a nossa despesa de manutenção e ministério é menor do que na Itália. Graças a Deus, ao longo destes muitos anos na obra missionária temos podido contar com muitos amados irmãos e igrejas, que com grande amor e responsabilidade têm feito a diferença na obra missionária. Alguns mantenedores estão reajustando os seus valores de suas contribuições, para continuar nos ajudando em nossa manutenção e também apoiarem outros projetos (uma sugestão é o Projeto Seara Índia), o que é algo perfeitamente compreensível. Todavia, continuamos servindo na obra missionária, vivendo pela fé e, ainda, precisamos muito do apoio de igrejas e irmãos que nos auxiliem com suas orações e contribuições. Além disso, com a questão da saúde do Matheus e da minha (problema na vesícula e na coluna) temos tido uma despesa alta com médico, exames e remédios.
     Somos imensamente gratos a todos que com grande amor e dedicação têm nos apoiado na obra. Muito obrigado a todos por segurarem as cordas da oração e contribuição.
     Com gratidão,

Pr. Paulo Henrique e família
-----------------------------------------------------
Contato: ppaulo_henrique@hotmail.com

Nossas contas pessoais:
BB Ag 3159-3 C/C 6573-0 ou Itaú Ag 6116 C/C 00485-1 (Paulo Henrique P. Cunha)

terça-feira, 6 de junho de 2017

Conheça o nosso projeto!

PROJETO DIDÁSKO
E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres [didáskalos], com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo” (Ef 4.11-12).

INTRODUÇÃO 
Somos uma família que está ativamente envolvida na obra missionária há mais de quinze anos, onde servimos ao Senhor como missionários:  (a) na Índia por cinco anos, trabalhando principalmente no treinamento de obreiros e implantação de igrejas, onde, juntamente com obreiros indianos, fundamos uma organização indiana chamada Sporshow (que em bengali significa ‘tocar’) e que, atualmente, tem 51 missionários, alcançando mais de uma centena vilas indianas com mais de 200 igrejas nas casas e milhares de pessoas, em três Estados da Índia; (b) em Portugal, onde tivemos a oportunidade de ajudar a Igreja Baptista de Cascais pelo período de um ano e dois meses, cooperando na área de evangelismo, missões e cultos nos lares;  (c) na Itália, pelo período de cinco anos, onde cooperamos, primeiramente com a Igreja Cristã Evangélica em Castelnuovo del Garda (Região de Veneto) e posteriormente com a Igreja Presbiteriana em Legnano (Região da Lombardia), na área de evangelismo, discipulado e ensino teológico.
Com a experiência adquirida ao longo destes anos na obra missionária, estamos iniciando uma nova fase de nossas vidas que tem como objetivo auxiliar na Base em Semipa ajudando no preparo, capacitação e apoio das famílias missionárias que estão ou estarão servindo ao Senhor em vários campos missionários, como também aos mantenedores (igrejas e irmãos) no cumprimento de sua tarefa missionária.

PROPÓSITO DO PROJETO
Didáskō é um verbo grego que tem como significado “ensinar”, “instruir”, “treinar”.  Deste verbo vem o substantivo “didáskalos” que significa “professor”, “mestre” ou “aquele que transmite um conhecimento” (Ef 4.11), como também a palavra em português “didática” (arte ou técnica de ensinar). O propósito deste projeto é fornecer ferramentas que possam auxiliar as igrejas, obreiros e missionários no cumprimento da Grande Comissão.

MISSÃO DO PROJETO
A missão do Projeto Didáskō é tripla: (a) cooperar no melhor preparo dos missionários no campo; (b) auxiliar na preparação de novos candidatos ao campo missionário; (c) fornir ferramentas aos mantenedores (igrejas e irmãos), que os auxiliem a melhor cumprir a sua tarefa na obra missionária.

BENEFICIÁRIOS EXTERNOS 
Os beneficiados pelo Projeto Didáskō são: (a) inicialmente, os missionários de Semipa; (b) futuros candidatos ao campo missionário; (c) igrejas mantenedoras; (d) irmãos desejosos de crescer no conhecimento bíblico e missiologico; (e) a obra missionária, de modo geral.

POLÍTICA FINANCEIRA
O Projeto Didáskō é essencialmente eclesiástico, o seu orçamento é composto basicamente de ofertas de crentes e igrejas. Tal receita, enviada através de SEMIPA, prevê tanto a execução do projeto ministerial, quanto a manutenção da família missionária, que é assim composta (integrantes e respectivas datas de nascimento): Paulo Henrique (20/04), Alessandra (20/08), Matheus (04/06), e Lucas (22/09).
Precisamos muito do apoio de igrejas e irmãos que possam nos apoiar e ajudar financeiramente para que possamos continuar cumprindo o nosso chamado e cooperando na evangelização de muitos povos e nações.

CONCLUSÃO
Como disse o profeta Jeremias: “Eu sei, ó SENHOR, que não cabe ao homem determinar o seu caminho, nem ao que caminha o dirigir os seus passos” (Jr. 10.23). De igual modo reconhecemos que é o Senhor que dirige os nossos passos segundo à sua perfeita vontade. Depois de servimos vários anos ativamente em diversos campos missionários, o Senhor, através de várias circunstâncias nos direciona de volta a Base de Semipa. Cremos que a nossa experiência adquirida no campo missionário deve ser compartilhada com outros missionários e futuros candidatos, colaborando para aumentar o número de missionários capacitados e preparados para enfrentarem os desafios missionários em tempos tão desafiadores.

---------------------------------------------

CONTATO 
ppaulo_henrique@hotmail.com

São José do Vale do Rio Preto, 15 de julho de 2017. “Quando entendo que tudo que acontece na minha vida é para me deixar mais parecido ...